Power Meet

Da primeira vez que estive na Suécia, este evento aconteceu também, mas não tive a oportunidade de comparecer, pois a família do Andreas não é muito ligada nessas coisas. Mas este ano, como estou de permanência definitiva ici, resolvi ir lá conferir. O marido da minha amiga brasileira é fã de carteirinha, e ela me convidou para irmos juntos.

O Power Meet, traduzindo “Encontro de Potências”, é um evento bem grande aqui na Suécia. Teve seu início em 1978 em Anderstorp, e depois disso se espalhou para outras cidades, inclusive para a pequena Nossebro. O número de visitantes aumenta a cada ano e muitos suecos vivem para esse evento. Ele se resume em exibição de carros, de modelos principalmente antigos, uma feira desde objetos antigos e camisetas, a partes de carros, competição de burn-out e outras premiações em diversas categorias.  A cidade pára quando tem esse evento. Se você quer sair de carro da sua casa próximo das imediações, melhor esperar o evento terminar, se não quiser ficar parado numa fila de carros, que parecem ter voltado dos anos 50 e 60. Os donos dos carros parecem querer competir em quem tem o carro mais original, mais antigo e bem cuidado, ou com o motor mais potente. E não pára por aí. As pessoas que frequentam esses eventos levam isso tão a sério, que parecem voltar no tempo. Um típico espécime frequentador de Power Meets, é aquele cara de cabelão, barba comprida, colete de couro, calça jeans, e várias tatuagens (anos 60) pelos braços. Eu vi um cara com o símbolo da Chevrolet tatuado na barriga. As mulheres também são símbolos desses eventos. Com seus vestidos rodados de bolinhas, cabelos presos ou de tranças com um topete mais que perfeito, além daquela maquiagem BEM pin-up, olhos puxados e batom vermelho, elas se destacam em meio a multidão.

Algumas máquinas

Algumas máquinas

Pessoas

Pessoas

Eu achei toda a experiência bem interessante, apesar de achar que é uma adesão de cultura americana, pois todo o estilo do evento é voltado para os Estados Unidos. É um dia em que os suecos, deixam de ser suecos. Bebem e bebem muita cerveja entre outras coisas, as mulheres tiram as roupas e dançam de biquini em cima dos carros, e todo mundo fica bem mais social haha. O evento começa às 8:00 e termina por volta das 15:00, quando todos os carros vão fazer o que eles chamam de cruising, que é ir em fila até Lidköping, que é uma cidade uns 50 minutos daqui. Lá eles dão voltas com os carros, e depois cada um vai pra sua festa se acabar de beber com os amigos.

Foi uma ótima experiência, me senti como que num show grande no Brasil, só que a música eram os motores dos carros. Como não havia usado protetor solar, queimei com marca de blusa (odeio). Depois que voltei pra casa, terminamos o dia com um churrasco delicioso, e que não deixa você com a consciência pesada: MUITA salada e legumes grelhados… Yummie…

Anúncios

4 thoughts on “Power Meet

  1. Nossa, em Nyköping temos encontros de carros antigos todas as semanas no verão mas são encontros bem mais “humildes”. Até agora não vi mulheres de bikini haha. Beijos!

  2. Pingback: Raggare | Uma Caipira na Suécia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s